21/04/2021 (21) 979164559

Dieta & Saúde

grupooo

Alergia Alimentar

Por Dieta & Saúde 16/02/2021 às 18:59:42

O que é a alergia alimentar?

É uma forte reação de sensibilidade que faz com que o corpo reaja quando comemos um alimento como se este fosse um alérgeno , ou seja um corpo estranho. Não confunda Alergia alimentar com Intolerância Alimentar. A intolerância está relacionada à questões metabólicas da digestão de determinado alimento, enquanto a alergia se caracteriza como uma reação do sistema imunológico.

Na alergia , O corpo então produz anticorpos e histamina com o objetivo de combater os "invasores" do organismo, e, por tentar defendê-lo, ela provoca uma inflamação que pode ter como consequências vários sintomas, como coriza nasal, vermelhidão na pele, coceira, inchaço nos olhos, boca e língua, podendo as vezes causar sintomas mais graves como dificuldade em respirar. Estes sintomas da alergia alimentar podem surgir até 2 horas depois da ingestão do alimento que causa a alergia.

Quais os alimentos mais frequentemente envolvidos na alergia alimentar?


Qualquer alimento pode desencadear reação alérgica. No entanto, LEITE DE VACA, OVO, SOJA, TRIGO, AMENDOIM E CASTANHAS, PEIXE E CRUSTÁCEOS são os mais envolvidos. O amendoim, os crustáceos, o leite de vaca e as nozes são os alimentos que provocam reações graves (anafiláticas) com maior frequência. Os alimentos podem provocar reações cruzadas, ou seja, alimentos diferentes podem induzir respostas alérgicas semelhantes no mesmo indivíduo. O paciente alérgico ao camarão pode não tolerar outros crustáceos. Da mesma forma, pacientes alérgicos à castanha de caju têm maior chance de reagir ao pistache , ou as nozes.

A busca por diagnóstico, em atendimento médico, deve ser realizada com urgência em qualquer indício de alergia – evitando, assim, qualquer agravamento no quadro. É possível determinar a sensibilidade do organismo por meio de testes alérgicos específicos. Esses são realizados por médicos especialistas – os alergistas.

Como é feito o tratamento?

O tratamento para alergia alimentar deve ser feito com acompanhamento médico e varia de acordo com os sintomas apresentados pela pessoa e gravidade, podendo ser recomendado: • Exclusão ou diminuição do consumo dos alimentos que causam alergia; • Uso de medicamentos anti-histamínicos e corticoides para aliviar os sintomas prescritos pelo médico. • No caso de reações alérgicas graves, como o choque anafilático, por exemplo, pode ser recomendado injeção de adrenalina e uso de máscara de oxigênio. É importante também que no caso de sintomas graves de alergia a pessoa vá ao pronto-socorro mais próximo para que possíveis complicações sejam evitadas. Além disso, é recomendado que o tratamento da alergia alimentar seja acompanhado por um nutricionista, já que envolve mudança nos hábitos alimentares.

O melhor tratamento ainda disponível para a alergia alimentar é a prevenção, excluindo da alimentação diária a substância alérgena.

LEIA sempre os rótulos dos alimentos, atentando para os ingredientes e a forma como eles são fabricados. Nos rótulos você encontrará a descrição dos ingredientes que foram utilizados na fabricação do produto e também a lista de alimentos alergênicos. Saúde e qualidade de vida pra você!

Carla Valéria Mendonça . Nutricionista( CRN 921001487) formada Na UFF. Pós graduada em Microbiologia de Alimentos e Nutrição Ortomolecular. Canal no instagram: @paporetocomanutri

Comentários