27/06/2022 (21) 979164559

Polícia

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO do WhatsApp -728x90 - Topo do Site - Local 1 e 2

Militares da Marinha são presos por sequestrar e matar policial civil no Rio

Por Redação 15/05/2022 às 09:39:51

O corpo do perito papiloscopista Renato Couto, de 41 anos, ainda não foi encontrado. Foto: Reprodução

Um cabo do 1º Distrito Naval, dois sargentos e um quarto homem, foram presos na madrugada desta domingo (15) acusados de sequestrarem, matarem e esconderem o corpo do perito papiloscopista Renato Couto, de 41 anos.

Segundo as investigações, da 18ª Delegacia Policial (DP) da Praça da Bandeira, a vítima foi capturado, em uma viatura oficial da Marinha, após procurar um empresário, pai de um militar que é dono de um ferro-velho na região, para checar se materiais de uma obra tinham sido furtados por usuários de drogas e levados para o estabelecimento, já que na sexta-feira (13) ele havia recuperado no mesmo ferro-velho parte de objetos furtados da obra.

Policiais militares do 6º BPM (Tijuca) foram acionados após testemunhas flagrar um homem baleado sendo colocado dentro de um van, na Avenida Radial Oeste.

Agentes da 18ª DP realizaram diligências e conseguiram encontrar a viatura, um veículo modelo Doblô descaracterizado, que foi lavada de dentro do quartel da Marinha.

Os acusados foram levados para sede policial, onde durante depoimento confessaram o crime e foram presos. Eles disseram ainda que o corpo de Renato foi jogado no Rio Guandu, em Japeri, na Baixada Fluminense. O corpo ainda não foi localizado.

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.

Curta nossa página no Facebook é só clicar no botão


Comunicar erro
Comentários