29/06/2022 (21) 979164559

Polícia

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO do WhatsApp -728x90 - Topo do Site - Local 1 e 2

Homem é preso após atear fogo em morador de rua; vitima está em estado gravíssimo

Por Redação 18/05/2022 às 21:16:13

Foto: Divulgação

Policiais civis prenderam na tarde desta quarta-feira (18), em Barra do Piraí, um homem de 39 anos apontado como autor de uma tentativa de homicídio registrada na cidade na última sexta-feira (13). A vítima é uma pessoa em situação de rua que teve parte do corpo queimado depois de molhado com querosene. Ela sofreu queimaduras de segundo grau e está internada na Santa Casa de Misericórdia. Seu estado, segundo a polícia, é muito grave.

De acordo com o delegado Rodolfo Atala, a prisão do suspeito ocorreu nas imediações da delegacia, no bairro Matadouro. Contra ele foi expedido um mandado de prisão. O preso vai responder por tentativa de homicídio triplamente qualificada.

Atala esclareceu que, ao contrário do que foi inicialmente divulgado, a vítima não estava dormindo num ponto de ônibus, mas em um barraco no bairro Oficinas Velhas. O homem, de 44 anos, acordou com o corpo em chamas. "Ele [o suspeito], encharcou o corpo da vítima com querosene e usou um isqueiro para atear fogo. A vítima se desesperou com o corpo em chamas, mas ainda conseguiu se arrastar até o hospital", detalhou o delegado.

Também de acordo com Rodolfo Atala, o crime foi motivado porque o morador de rua invadiu um depósito de materiais recicláveis pertencente ao suspeito à procura de algum objeto de valor. Segundo Atala, o homem que teve o corpo queimado é esquizofrênico: "Ele tem deficiência mental e pouco discernimento sobre as coisas".

O delegado disse que a vítima foi socorrida em estado de choque e não conseguiu detalhar o ocorrido: "Inicialmente, as informações que chegaram à delegacia apontavam que o crime havia sido cometido em um ponto de ônibus, contudo a perícia esteve no local e não encontrou nenhum vestígio de tentativa de homicídio. A partir daí novas diligências foram efetuadas e foi descoberto o real local do crime, possibilitando identificar o autor".

Segundo ele, o preso confessou a tentativa de homicídio e se disse arrependido: "Foi um crime bárbaro, que chocou a cidade. O autor está sujeito a uma pena de até 30 anos de prisão", finalizou o delegado.

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.

Curta nossa página no Facebook é só clicar no botão


Comunicar erro
Comentários