12/04/2024 (21) 979164559

PolĂ­cia

Eu queria que isso fosse uma mentira; diz mãe de DJ morto durante ataque a PMs

Por Mateus Passeri 03/04/2024 às 16:11:18

Mãe do DJ - Foto,: Marcelo Tavares

LuĂ­s Henrique da Silva Rocha, de 19 anos, conhecido como DJ Pudou, foi fatalmente baleado durante um tiroteio na madrugada desta terça-feira (2) no Complexo do Chapadão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, enquanto estava em frente à sua residĂȘncia.

Receba notĂ­cias do São Gonçalo RJ no seu Whatsapp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o grupo: Clique aqui!

"Queria tanto que fosse apenas uma ilusão, mas infelizmente não é. Estava em casa quando recebi a ligação sobre o tiroteio onde ele vivia. Liguei para minha nora e ela disse que ele tinha saĂ­do para pegar algo para comermos e não ouviu nada. Meu filho era um rapaz correto, trazia alegria para todos. Seu sonho era ser DJ, e agora ele estĂĄ sendo reconhecido por isso, mesmo após sua morte", lamentou Andréia Cardoso, mãe de LuĂ­s Henrique.

"Éramos amigos hĂĄ trĂȘs anos. Fiquei completamente chocado ao receber essa notĂ­cia. Me ligaram às 2 da manhã e simplesmente não pude acreditar. Cheguei a pensar que era uma brincadeira de mau gosto. Foi só quando liguei para a esposa dele que tive a confirmação do ocorrido. Estou absolutamente atordoado", expressou o amigo Gabriel.

De acordo com relatos, após ser atingido por disparos, LuĂ­s Henrique foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região.

Conforme declarações da PolĂ­cia Militar (PM), uma equipe do 41Âș BPM (IrajĂĄ) foi alvo de disparos por parte de criminosos, resultando em um confronto armado. Durante a madrugada, os policiais foram chamados para investigar a entrada de um indivĂ­duo ferido por tiros na UPA. O comando da unidade relatou que os policiais jĂĄ haviam deixado o local.

Segundo informações adicionais da PM, após o término dos tiros, a equipe descobriu um suspeito ferido no local do confronto. Com ele, foram confiscados um fuzil, um carregador e munição. O indivĂ­duo foi transportado para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes. Vale ressaltar que, quando o DJ foi descoberto ferido, os policiais jĂĄ haviam deixado a comunidade.

---

São Gonçalo RJ reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsĂĄvel e que vocĂȘ pode confiar.

Siga o São Gonçalo RJ no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade. Leia também o São Gonçalo RJ através do Google NotĂ­cias

Comunicar erro
ComentĂĄrios