17/04/2024 (21) 979164559

Cidades

Meio Ambiente resgata e reabilita animais silvestres em São Gonçalo

Relatório de março reafirma compromisso da equipe da Área de Soltura de Animais Silvestres

Por Redação 04/04/2024 às 10:56:40

Foto: Divulgação

A Área de Soltura de Animais Silvestres (ASAS), localizada na Área de Proteção Ambiental (APA) Estâncias de Pendotiba, em Maria Paula, apresentou nesta semana um panorama das atividades desenvolvidas durante o mês de março de 2024. O trabalho da equipe de profissionais envolvida no resgate e reabilitação de animais silvestres é ressaltado como um pilar fundamental na conservação da fauna local.

Receba notícias do São Gonçalo RJ no seu Whatsapp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o grupo: Clique aqui!

No terceiro mês do ano, a ASAS registrou um total de 38 animais resgatados, refletindo a diversidade da fauna da região e os avanços na preservação das áreas de conservação da natureza. Entre as espécies atendidas estão gambás, jararaca, sagüi e cágado, além de algumas espécies de aves, como o pica-pau, falcão, suiriri, sanhaço e gavião.

Sob a liderança da equipe da área de soltura, o mês de março teve quatro solturas bem-sucedidas, para reintegrar os animais ao seu habitat natural, contribuir para a preservação das espécies e o equilíbrio dos ecossistemas.

Doze animais foram encaminhados para outras unidades especializadas em tratamento, como o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) e o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), garantindo cuidados específicos para cada necessidade individual. Os animais receberam cuidados e tratamentos, que incluíram alimentação adequada, monitoramento constante da saúde e a aplicação de protocolos de reabilitação.

Dos 38 animais recebidos em março, 22 continuam sob cuidados na ASAS. Segundo o secretário de Meio Ambiente, Carlos Afonso, este esforço contínuo demonstra o comprometimento de veterinários, estagiários e servidores com a conservação da fauna e a reabilitação de animais silvestres no município.

"A ASAS expressa seu profundo agradecimento a todos os envolvidos, incluindo a comunidade, parceiros e colaboradores, pelo apoio constante. O compromisso da equipe persiste na missão de proteger e preservar a vida selvagem, garantindo um futuro sustentável para as espécies locais", destaca o secretário.

É fundamental destacar que a ASAS não recolhe animais domésticos vítimas de acidentes ou maus-tratos. A área de soltura recebe exclusivamente animais silvestres, especialmente de espécies nativas da Mata Atlântica que necessitam de resgate.

---

São Gonçalo RJ reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga o São Gonçalo RJ no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade. Leia também o São Gonçalo RJ através do Google Notícias

Comunicar erro
Comentários