19/05/2024 (21) 979164559

Geral

Após morte de morador de Niterói em Seropédica, deputados vão articular mais policiamento na região

Na reunião, o grupo apresentou aos deputados uma série de medidas urgentes, incluindo a articulação entre as forças de segurança federal e estadual

Por Redação 14/04/2024 às 05:43:59

Foto: Reprodução

Alunos, professores e técnicos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) estiveram na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) na tarde desta sexta-feira (12) para pleitear ações de combate à violência em Seropédica. Na última segunda (8), o estudante Bernardo Paraíso foi morto, no centro da cidade, durante um tiroteio.

Receba notícias do São Gonçalo RJ no seu Whatsapp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o grupo: Clique aqui!


Na reunião, o grupo apresentou aos deputados uma série de medidas urgentes, incluindo a articulação entre as forças de segurança federal e estadual para conter a violência e a criação grupo de trabalho para articular políticas públicas em colaboração com a comunidade local.


O encontro foi organizado pela bancada do Partido dos Trabalhadores na Alerj. O deputado estadual Andrezinho Ceciliano (PT) se comprometeu a viabilizar formas de aumentar o policiamento no município.


"Diante da tragédia envolvendo o estudante Bernardo Paraíso, precisamos responsabilizar os culpados e intensificar imediatamente a segurança na região. No entanto, para realmente chegar à raiz do problema, a gente precisa implementar políticas públicas, a médio e longo prazo, que garantam o combate às milícias", disse o deputado.


"A perda de mais um jovem estudante é a triste consequência da violência desenfreada no nosso estado. Nós nos solidarizamos com as famílias afetadas e estaremos empenhados na luta para manter a população no nosso estado em segurança", complementou a deputada Élika Takimoto (PT).


Acompanhamento do caso


Os moradores de Seropédica solicitaram que a Comissão de Direitos Humanos da Alerj acompanhe o caso. Eles também pediram que os deputados articulem uma audiência pública com os ministérios da Justiça e da Educação.


Na última segunda (8), um tiroteio no Centro de Seropédica resultou na morte do estudante de Ciências Biológicas da UFRRJ Bernardo Paraíso e deixou duas crianças feridas. A troca de tiros, que envolveu criminosos suspeitos de integrar milícias, levou à prisão de dois indivíduos e à apreensão de armas, incluindo um fuzil e uma pistola, além de uma granada.


A audiência também contou com a presença dos deputados estaduais Élika Takimoto (PT), Martha Rocha (PDT), Renata Souza (PSOL) e Dani Monteiro (PSOL), os deputados federais Talíria Petrone (PSOL), Jandira Feghalli (PCdoB) e Tarcísio Motta (PSOL), e da vereadora Monica Cunha (PSOL).

---

São Gonçalo RJ reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga o São Gonçalo RJ no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade. Leia também o São Gonçalo RJ através do Google Notícias

Comunicar erro
Comentários