18/05/2024 (21) 979164559

Esportes

Guerra Política no Vasco: Decisão Judicial Intervém na Disputa entre Associativo e SAF

Essa decisão judicial representa um novo capítulo na contenda política que envolve o Vasco

Por Redacao 16/05/2024 às 05:21:13

Foto: Divulgação / Vasco

Receba notícias do São Gonçalo RJ no seu Whatsapp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o grupo: Clique aqui!

A guerra política no Vasco alcançou um novo patamar com uma decisão judicial crucial. Na noite desta quarta-feira (15), a 4ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro acatou o pedido do clube associativo, que busca garantias financeiras para a Sociedade Anônima do Futebol (SAF). A decisão em caráter liminar, assinada pelo juiz Paulo Assed Estefan, reverteu os efeitos do contrato de venda da SAF à 777 Partners, recolocando o controle do futebol nas mãos do clube associativo, liderado por Pedrinho.


Nos últimos meses, o associativo e a SAF têm travado uma batalha dentro do Vasco. A medida da 4ª Vara Empresarial do TJRJ visa não apenas retomar o controle, mas principalmente proteger o patrimônio do clube. O objetivo é evitar penhoras relacionadas ao processo judicial enfrentado pela 777 Partners nos Estados Unidos. A gestão do Vasco teme pela possível falência ou insolvência da empresa, que havia se comprometido a adquirir 70% das ações em 2022.


Essa decisão judicial representa um novo capítulo na contenda política que envolve o Vasco. Ela traz consigo incertezas e expectativas sobre o futuro do clube e da sua gestão esportiva. Enquanto a disputa entre as partes continua, os torcedores aguardam por desdobramentos que possam assegurar a estabilidade e o progresso da instituição vascaína.

---

São Gonçalo RJ reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga o São Gonçalo RJ no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade. Leia também o São Gonçalo RJ através do Google Notícias


Comunicar erro
Comentários