03/08/2021 (21) 979164559

Política

 Sanitiza Express 728x90 - L0cal - 1

Museu da Justiça de Niterói é reaberto ao público

Prefeitura quer incluir o espaço na agenda cultural da cidade

Por Redação 23/06/2021 às 17:01:05

Foto: Divulgação / Berg Silva

O prefeito de Niterói, Axel Grael, participou de uma live organizada e transmitida pela rede social do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), nesta quarta-feira (23), para marcar a reabertura do Museu da Justiça de Niterói, localizado na Praça da República, no Centro. O espaço, inaugurado em 1919 e tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) em 1983, estava fechado desde o início da pandemia e reabre com todos os protocolos de segurança.

O prefeito Axel Grael elogiou a reabertura do Museu com uma exposição em homenagem ao mês do meio ambiente.

"Niterói se destaca no tema ambiental e, desde 2014, a cidade passou a ter mais da metade do território com áreas protegidas, o que para uma cidade metropolitana é muito coisa. A cidade tem um bom trabalho na área e está desenvolvendo mais iniciativas de proteção ambiental", disse o prefeito. "O lixo nem sempre é lixo. Ele pode ser matéria prima, arte e energia".

Grael destaca que a cultura é uma das prioridades da gestão e quer incluir o Museu na rota cultural do Centro.

"Acho importante conversarmos sobre a integração do novo museu com a agenda cultural da cidade como o antigo Prédio dos Correios, o Caminho Niemeyer, o Theatro Municipal e o Reserva Cultural. Podemos fazer um belo circuito de cultura pelo Centro com a reabertura do novo espaço".

O presidente do TJRJ, o desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, assegurou que está aberto a parcerias.

"Trabalhei na cidade durante um ano, fui juiz eleitoral em 1988, é uma cidade muito bem cuidada. O museu é um centro de vida, um centro de artes e precisa ser combustível da arte, por isso sempre traremos novas exposições. A ideia é levarmos o plano cultural de integração da cidade com o cidadão. O museu quer se incluir em todas as atividades culturais que a cidade proporcionar", frisou.

No debate, que contou com a intermediação da jornalista Ana Claudia Guimarães, o prefeito falou ainda dos incentivos na área da cultura durante a pandemia.

"Niterói tem muitos talentos na música, artes plásticas, teatro, literatura etc. Com a pandemia e a impossibilidade de trabalho nos espaços ou nas ruas, a Prefeitura abriu editais que permitissem que os artistas se apresentassem de forma remota e passamos a fazer arte na rede. Também criamos o Renda Básica Temporária que beneficiou os artesãos e permitiu que continuassem produzindo suas artes de casa", informou Grael.

Quer receber nossas principais notícias pelo WhatsApp? Se sim, clique aqui e participe do nosso grupo. Lembrando que apenas administradores podem enviar mensagens.
Comunicar erro
Comentários