21/04/2021 (21) 979164559

Política

grupooo

A Justiça tem que ser feita vamos batalhar para João Pedro não cair no esquecimento, diz vereador Professor Josemar

O caso ainda segue sob investigação

Por Redação 22/02/2021 às 21:04:22

A família do adolescente João Pedro Mattos, de 14 anos, morto em uma operação policial, no Salgueiro, em São Gonçalo, participou de uma live na noite desta segunda-feira (22), com o vereador Professor Josemar (PSOL-SG). Os pais ainda estão sem respostas do crime.

"Está demorando demais. Após a reconstituição que foi feita na casa ainda não tivemos mais nenhuma notícia. Estamos preocupados porque é Polícia Civil investigando a própria Polícia Civil, não acho isso correto. Nós exigimos uma resposta da Justiça", disse Neilton Mattos, pai de João Pedro.

"Só sabemos até agora que dois policiais estão afastados fazendo trabalho interno", completou Rafaela Coutinho Matos, mãe do jovem.

"A justiça tem que ser feita, vamos batalhar para isso. Todas as ações que fizemos não vão trazer o João, mas serão para confortar nossos corações e impedir que outros casos como este venha acontecer. O racismo não pode ser tolerado. Se fosse uma família branca na Zona Sul do Rio esse crime não aconteceria", disse o vereador Professor Josemar.

Segundo a família, João Pedro era um jovem estudioso e este ano estaria no primeiro ano do ensino médio.

"A pior dor do mundo é perder um filho. Eu consigo imergir a dor que os pais estão passando. Não vamos deixar que o João caía no esquecimento", disse Ana Cardial do EMANCIPA.

"Faço questão de falar que o PSOL é um defensor dos direitos humanos, porque quando se fala sobre os direitos humanos nada mais é do que a defesa do direito fundamental à vida, como mais importante a vida de um jovem como a do João Pedro", disse Márcio Ornelas, presidente do Psol-SG.

Ainda segundo a família hoje ainda é difícil explicar para a pequena Rebeca, de apenas 5 anos, o que aconteceu com o irmão.

"Ninguém vai apagar essa dor que nós estamos sentindo. Estamos buscando forças em Deus, pois ele é quem tem nos sustentado", contou Rafaela.

O Caso

João Pedro foi baleado e morto durante uma operação conjunta da Polícia Federal, com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, na noite do dia 18 de maio de 2020.

A família do adolescente João Pedro Mattos Pinto estava sem notícias dele até a manhã do dia seguinte, quando foi informada que o corpo estava no IML de Tribobó.

A Operação

As equipes tentaram cumprir dois mandados de busca e apreensão em investigação de chefes do tráfico na região. Segundo a polícia, Ricardo Severo, conhecido como Faustão, é um dos chefes do Complexo do Salgueiro.

Faustão não foi encontrado, e ninguém foi preso.

Paragrafo

Comunicar erro
Comentários